De Volta ao Digimundo! | Parte 4


Oi, gente!

Minhas provas acabaram, mas logo começam novamente e tenho trabalhos finais para entregar. Confesso que estou bem desanimada com tudo... Não é algo relacionado ao blog, mas à minha vida em geral.

Quem acompanha o Nankin Dust sabe que gosto de ser cuidadosa com os posts, responder comentários, visitar blogs e tudo relacionado a vida de blogueira, mas estou bem desestimulada a fazer qualquer coisa que não seja ouvir música, pensar na vida e chorar.

Lamento muito por tudo isso e garanto que não vou deixar essa onda de QUERIA ESTAR MORTA me dominar (totalmente). Para tentar me animar – ou não –, vamos falar do trailer de Digimon Adventure Tri.



Faz alguns dias que esse trailer foi liberado e eu lembro bem de ter um supersurto no twitter. Devo dizer que boa parte dele foi negativo, porque sou dessas. Como a maioria não me segue e eu twitto demais para tentar encontrar meus tweets sobre o assunto e printar, vou explicar com detalhes o que me incomodou.

Em posts anteriores, já havia dito que não tinha gostado da nova arte, pois é extremamente genérica e CTRL+C/CTRL+V de Tsuritama. Existem dois personagens que são irmãos – Yamato e Takeru – e eu não iria ter a mínima ideia de como diferenciá-los, se não fosse o uniforme diferente.

Nas primeiras imagens liberadas, não conseguíamos ver muito bem os monstrinhos digitais, mas no vídeo nos foi mostrado um pouco de cada um e, apesar de terem sofrido mudanças menos drásticas que as Crianças Escolhidas, fiquei me perguntando qual é a necessidade de uma cabeça tão grande para alguns deles.


Também fiquei chateada ao saber que se tratará de uma série de filmes, não uma série para TV com 24 episódios, como os fãs acreditavam anteriormente. Entretanto, já superei este fato e acredito que é melhor desse jeito, afinal, a Toei Animation costuma tratar melhor os seus filmes do que as demais obras em suas mãos.

Ah, e o que todos esperavam aconteceu: Toei jogou a data de lançamento para 21 de novembro deste ano e não vou me impressionar nem um pouco se, quando o dito dia chegar, ganharmos outros trailers e uma nova data (embora acredite que isso não vá acontecer).

Agora, vamos ao que mais me incomodou, ao que rendeu uns dez tweets de reclamações, exclamações e gritos internéticos de “NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!!!”.

NATSUKI HANAE DUBLANDO TAICHI YAGAMI

Na primeira sílaba pronunciada no trailer, euzinha já estava gritando, pois, apesar de ele ter dublado o Kaneki Ken de Tokyo Ghoul e ter mostrado ser bom no que faz, não consigo não associar a voz dele aos Drama CDs +18 que choveram no tumblr quando Tokyo Ghoul se popularizou.

Não. Ninguém leu errado. Hanae dá voz a diálogos picantes (rindo) e, por esse motivo, jamais vou conseguir desassociar o líder das Crianças Escolhidas do tarado principal das histórias malucas que ouvi. Seria demais pedir para não destruírem minha infância dessa forma?
Tomar uma água pros nervo e rir porque não vou deixar isso me destruir. NÃO VOU.
Entre os demais, me chamou a atenção Suzuko Mimori, que fez a queridíssima Nanami Momozono em Kamisama Hajimemashita, e está incumbida de dar vida a Sora Takenouchi. Conhecendo a personagem e a voz da dubladora escolhida, considero perfect match.

Apenas um dos personagens masculinos continuará sendo dublado por uma mulher: Koushirou Izumi (“Izzy” na dublagem da Angélica) terá a voz de Mutsumi Tamura, que dublou Kakashi de Naruto: Shippuuden e Alibaba de Magi quando crianças. Não lembro muito bem da voz dela, mas achei desnecessário utilizarem uma mulher outra vez.

Enfim, creio que todos já haviam visto esse trailer. O que acharam?

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos