Por onde esteve, Alice?


MY DEAR AWARD: votem no Nankin Dust clicando aqui!

Alguns posts atrás, falei que, além de tentar evitar o sumiço, iria explicar o motivo de tal coisa acontecer e aqui estou eu, pois sou uma mulher de palavra. VEM COMIGO!

...MAS ESPERA! Passei em 99% dos blogs que costumo visitar, respondi a quase todos os pedidos de parceria e, basicamente, só falta responder comentários. Tô tão feliz que nem sei. O(≧∇≦)O


Para começar, minhas aulas voltaram e, como já mencionei, estou no último período e passando por tudo que a finalização de um curso nos obriga a enfrentar... PORÉM, ao contrário do que se espera, não estou animada, ansiosa em relação ao futuro ou qualquer coisa parecida. Só consigo pensar “NÃO VEJO A HORA DE ISSO ACABAR” sempre que passo pela porta da sala (ou antes disso, quando passo pela porta de casa e me dirijo ao ponto de ônibus). Nada que já não tenha mencionado nesse post, haha.

Não esquecendo que meu estágio curricular continua e, com ele, três noites da minha semana estão ocupadas. Também comecei a fazer terapia... E com isso se foi mais uma noite. Das três que sobraram, duas são ocupadas com culto (e ninguém entende porque amo quintas).

O Pikachu sou eu
Além disso, nas férias, exatamente dia 01 de julho, me matriculei na academia. YAY. Sempre gostei de praticar exercício físico, mas fazia muitos anos que havia parado de fazê-lo com frequência razoável. Dançava de vez em quando, fazia 1h de caminhada intercalada com corrida aqui e ali, mas nada que fosse regular, até chegar ao ponto de não fazer mais nada.

eu dançando zumba n
Como conhecia a sensação de ser saudável, me tornar sedentária me incomodou bastante depois de um tempo. Além do corpo mais fraco, sem resistência e sem flexibilidade, eu mesma ficava me perguntando por que havia permitido que supostas “obrigações da vida adulta” me impedissem de fazer algo que eu gostava e que, acima de tudo, era bom para mim.

Então, como nesse semestre não teria aulas de manhã, resolvi me matricular na academia e acompanhar minha irmã mais nova. Agora, estou no quarto mês consecutivo e já me sinto melhor comigo mesma e mais feliz. #bumbumnanuca #bonecadeferro #projetoverão2019 n

Também arranjei um emprego temporário como recepcionista folguista em um hostel, do qual já saí. Trabalhava três dias na semana, mas, ainda assim, ficou difícil conciliar tudo e ainda postar com frequência... Até porque moro longe de tudo (faculdade, estágio, hostel e igreja), logo, sempre perco algumas horas a mais do que o esperado em razão dos queridíssimos ônibus.



Como cereja do bolo, tive alguns problemas pessoais e o pouquíssimo tempo que teria para me dedicar ao blog era gasto com euzinha tentando me encontrar em meio à confusão que estava na minha mente... Mas estou conseguindo lidar melhor com o que está acontecendo e: aqui estou (rendida a tus pies y sé que no hay nada que perder ♪).

Para concluir, quero dizer que vi muitos outros blogueiros tendo dificuldade em postar e, em sua maioria, o motivo era a falta de tempo. Creio que é normal em fim de ano, uma vez que muitos têm metas a alcançar em seus empregos, trabalhos finais para entregar e outros projetos para concluir até o término do ano, então não se cobrem tanto.



Há tempo para tudo e, com certeza, seus leitores sabem que existem momentos que você terá que focar em certas áreas da vida e acaba por não se dedicar tanto quanto gostaria a algumas coisas. Só não vale esquecer-se totalmente do blog, ok?

Espero que este post tenha sido o suficiente para explicar meu sumiço e que todos continuem me amando como sempre amaram (acorda, Alice!)... E chega de falar de mim! O que vocês fizeram de diferente nos últimos tempos?
 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos