Sai da toca, Alice!


Era para esse post ter saído antes, mas minha mãe escondeu o notebook para o caso de “um ladrão entrar em casa”... A parte boa é que sabemos que a técnica é efetiva, visto que nem os moradores (eu) o encontraram.

Melhor mãe.

Quero deixar registrado na internet a minha tristeza em não ter postado mais nos últimos dias. Infelizmente, escrever estava sendo algo impossível para meu cérebro derretido, mas aqui estamos com algumas novidades legais sobre a vida desta pessoa desconhecida (eu de novo!).



Nas últimas semanas, passei por um treinamento para atuar como professora de inglês em uma escola de idiomas e foi muito, muito, muito cansativo. Não apenas pelo treinamento, mas por nunca saber onde eram as unidades onde iria acontecer, o que me fazia sempre sair de casa bem mais cedo que o normal, com medo de me perder.

Depois de uma semana treinando pelas manhãs, assistindo aulas à tarde e voltando para casa com dor de cabeça por ter rodado a cidade inteira, fiz o teste final e: não fui selecionada. #UHUL Felizmente, alguém sentiu pena de mim (ou enxergou “potencial”, idk), e resolveu me treinar por mais um dia para fazer a seleção novamente.

Na segunda vez, me saí melhor e fui convidada para atuar como professora horista aos sábados. Agora, sou aquelas professoras de inglês legais que passam desenhos e séries em inglês como tarefa para casa. n

Enfim, estou muito grata a Deus por ter me concedido emprego em um ambiente tão agradável como o lugar onde estou, recheado de pessoas legais e nerds como eu. Sério. Tô muito feliz com meus colegas de trabalho que, desde o primeiro dia, me ajudaram bastante e me trataram como se já tivessem certeza de que eu ia ser contratada.

OBRIGADA, SENHOR, AGORA ESTOU RHYK *puxa nota de R$10*

Agora que tenho algumas notas de R$2 a mais, resolvi comprar um celular decente – algo que mencionei na última wishlist –, já que fui muito infeliz na minha última aquisição. Em menos de 24h, já comecei a destruir minha reputação no Snapchat cantando a abertura de Pokémon com voz de Alvin e os Esquilos.

Também aproveitei para baixar todos os apps que ficava deletando por não haver espaço nos 8gb do meu antigo Moto G (nem vende mais, para vocês terem uma ideia). No entanto, minha maior felicidade foi ver que meu progresso em Ninja Assassin+ não havia sido perdido. Ainda tô bem linda no jogo, com minhas roupinhas e rotas zeradas.

Mas, fora o celular, fui verificar tudo que olhei e pensei “vou comprar quando tiver um emprego” e adivinhem: A MÃO DE VAQUICE TÁ FALANDO MAIS ALTO.

Tem cura pra isso? O que vocês querem muito comprar, mas a consciência não deixa?

(~˘▾˘)~ curta a fanpage  siga no bloglovin ~(˘▾˘~)
 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos